CIEMG

Como fazer uma gestão estratégica diferenciada atingindo suas metas

Como fazer uma gestão estratégica diferenciada atingindo suas metas

O que uma boa gestão estratégica faz para se diferenciar e atingir suas metas?

Grandes gestores precisam ter habilidades técnicas sólidas incluindo uma boa compreensão dos procedimentos da empresa e de seus departamentos. Além disso, precisam ter boas habilidades gerenciais.

Isso inclui excelente capacidade de organização, gerenciamento de projetos e solução criativa de problemas. Mais importante, os grandes gerentes devem ter habilidades interpessoais superiores, com uma extraordinária capacidade de se comunicar, envolver e motivar a sua equipe.

Mas, como aplicar isso de forma estratégica? Isto é o que você verá no post de hoje. Confira!

Faça uma gestão estratégica focada na solução de problemas

Para se diferenciar como gestor, não basta ter uma boa estratégia. Ela também precisa ser focada na solução de problemas, concentrando-se nas habilidades e desenvolvendo os pontos fortes de sua equipe. Isso inclui:

  • Saber identificar e aplicar talentos individuais de uma forma que suporte a estratégia geral de negócios;
  • Comunicar o respeito por seus funcionários, envolvendo-os nos processos de tomada de decisão e recebendo o feedback;
  • Vincular funcionários a treinamentos e/ou o fornecimento de oportunidades para que a equipe acompanhe outros membros em treinamentos cruzados.

Uma estratégia focada em soluções pode ajudá-lo a aumentar a produtividade da sua equipe, além de melhorar a satisfação dos funcionários.

Guie funcionários, mas deixe-os se auto gerenciar

As metas podem se tornar mais atingíveis quando cada funcionário define o que consegue alcançar.

Portanto, sente-se individualmente com os membros da sua equipe e defina metas, mas de acordo com a capacidade de cada um. Isso permitirá que você forneça conselhos e orientação, ao mesmo tempo em que possibilita aos colaboradores definirem metas reais para si mesmos.

Quando a equipe possuir experiência suficiente, você pode tentar também a metodologia de equipe auto gerenciada. Existem grandes e renomadas empresas, como a Google, por exemplo, em que suas equipes funcionam dessa forma.

Seja um “Líder Servo”

O termo “líder servo” soa como um paradoxo? Talvez, mas um líder que serve a seus funcionários é aquele que cria um ambiente de trabalho mais feliz e que produz um negócio mais produtivo. Essa dica é boa para o seu resultado final.

A liderança de servo é uma espécie de abordagem espiritual para gerenciar. Os líderes servidores acreditam que todos têm valor e merecem ser tratados respeitosamente.

A ideia é que sua equipe consiga mais quando é inspirada por um propósito maior que eles mesmos. É servir aos outros ao invés de servir a si mesmo.

Ouça ativamente e observe a maneira como sua equipe opera. Aja de maneira egoísta e você verá esse comportamento refletido na força de trabalho. Mantenha você e os outros responsáveis. Ninguém é perfeito; todos nós cometemos erros. Mas, podemos aprender com eles e fazer melhor da próxima vez.

Ajude a equipe a ver o panorama

Os funcionários nem sempre entendem tudo o que entra em uma operação, pois estão ocupados fazendo sua parte. Quando se trabalha com os membros da equipe na definição de metas, é uma oportunidade de ajudá-los a enxergar o quadro geral com mais clareza. Assim, podem identificar exatamente como o trabalho deles se encaixa nisso.

Compreender como o trabalho e as ações deles afetam a organização pode ser motivador e ajuda a unir os esforços da equipe.

Certifique-se de que os objetivos sejam “SMART

SMART — inteligente, em inglês — também significa: específico, mensurável, atingível, relevante e temporal.

Definir metas que atendam a esses critérios possibilita acompanhar o progresso das metas e, ao mesmo tempo, maximizar o valor das metas definidas para a organização.

Revisar cada meta que o funcionário define para garantir que esses critérios sejam cumpridos pode ajudar a reafirmar seu compromisso com as metas e estabelecer um cronograma para atingi-las.

Concentre-se na cooperação e não na competição

A concorrência pode até ser útil em alguns aspectos da vida profissional. Mas, quando se trata de estabelecimento em metas individuais é melhor concentrar-se na cooperação.

Mostrar aos funcionários como seus esforços contribuem para o bem da empresa como um todo pode ser uma mentalidade mais produtiva que uma competição em relação a metas.

Ademais, funcionários com responsabilidades e cargos semelhantes, também devem ter objetivos semelhantes em termos de tempo gasto e nível de dificuldade.

Defina uma visão clara para conquistas

Antes de partir para realizar qualquer coisa é importante ter um plano e uma visão de como tudo deve acontecer. Um plano de ação pode fazer com que uma ideia pareça mais viável e ajuda a dividi-la em etapas também viáveis.

Desenvolver uma visão e um plano pode estimular a motivação e tornar metas possíveis de se realizar.

Crie rotinas diárias

Uma rotina diária pode ajudar a mitigar distrações e melhorar a produtividade. Quando os membros da equipe passarem pelos mesmos movimentos diários, inevitavelmente se tornarão mais rápidos nas tarefas e serão mais produtivos.

Isso também pode ajudar a limitar certos comportamentos compulsivos, como o uso de redes sociais durante o expediente de trabalho.

Dê feedback regular

Essa dica — e as duas anteriores — pode ser frequente em artigos que falem sobre liderança. No entanto, o feedback é realmente uma importante técnica de gestão. Portanto não poderia faltar neste post. Ele ajuda a moldar o comportamento da força de trabalho.

É uma ferramenta útil para identificar áreas em que uma equipe teve bom desempenho, bem como aquelas em que precisam se melhorar. Uma das maneiras mais rápidas de desmotivar pessoas altamente produtivas é deixá-las sem feedback, quando apresentarem um bom desempenho.

Ao invés disso, gestores diferenciados dão feedback regulares e específicos.

Sucintamente falando, o resultado final de uma gestão estratégica diferenciada é mostrado não apenas no desempenho do funcionário, mas também no ambiente de trabalho. Colaboradores bem administrados têm mais motivação e comprometimento com objetivos — da empresa e de seu departamento. Isso, em muitas das vezes, também pode proporcionar o aumento na taxa de retenção de pessoal.

Esperamos que este post te auxilie a se diferenciar na maneira de gerir suas equipes. Agora, assine nosso newsletter para receber mais conteúdos como este!

Fechar Menu
Parabéns! Seu interesse foi registrado com sucesso.