CIEMG

Indicadores de produtividade: saiba como eles podem fazer a diferença na sua empresa!

Indicadores de produtividade: saiba como eles podem fazer a diferença na sua empresa!

Indicadores de produtividade são conhecidos também como indicadores de performance, ou KPI — sigla em inglês para Key Performance Indicator — são ferramentas que demonstram se a estratégia permite atingir seus objetivos com eficácia. Podem ser utilizados de forma global ou pelas lideranças de cada setor, como a gestão de RH (Recursos Humanos), financeira e laboral.

Mas, como saber se sua estratégia está funcionando verdadeiramente? E como saber se isso afeta os objetivos de sua empresa?

Para isso é preciso quantificar, medir e acompanhar os resultados de negócios, os quais são influenciados por suas práticas de RH.

Neste post, você verá como os KPIs podem medir essas práticas e fazer grande diferença na gestão de Pessoal impactando positivamente a produtividade da empresa. Confira!

Desempenho da empresa e gestão de RH

Uma verdadeira estratégia de Recursos Humanos é proativa e fornece as ferramentas, o ambiente, a estrutura e os recursos de que seus funcionários precisam para atingir as metas da organização. Com esse objetivo em mente, a estratégia de RH precisa ajudar uma empresa a:

 

  • Identificar e contratar as pessoas certas;
  • Gerenciar e cultivar essas pessoas da maneira correta;
  • Desenvolver cada papel para alcançar a estratégia de negócios;
  • Construir uma cultura corporativa que suporte a promessa ao cliente.

 

Como outros indicadores de performance, os KPIs de RH medem áreas específicas da sua empresa, usando métricas quantificáveis e específicas. Medindo e rastreando constantemente essas métricas, você pode avaliar se suas práticas de RH têm um impacto positivo na lucratividade de sua empresa.

Existem quatro formas por meio das quais, os KPIs de RH podem ajudar a empresa medindo o capital humano. Veja-as nos próximos tópicos, em ordem crescente de complexidade.

Ajudam a monitorar a produção de capital humano

A medição da qualidade e do volume de trabalho realizado por indivíduos fornece um nível básico de informações sobre a saúde dos seus negócios. E, quando bem medidos e alinhados com a meta corporativa, equipam sua empresa com a mais simples das alavancas para melhorar o desempenho dos negócios.

Os KPIs que medem a produção de capital humano são os mais simples e mais comuns. Eles podem incluir:

 

  • Rotatividade de vendas por funcionário;
  • % da taxa de erro;
  • Gasto com salários pelo volume de vendas;
  • Taxas de conversão.

 

Permitem avaliar a capacidade de capital humano e saúde

Quando falamos em avaliar a capacidade do seu capital humano estamos nos referindo à coisas como a competência ao longo do tempo, taxas de ausência ou taxas de retenção.

Esses itens informam sobre a saúde e a capacidade do seu capital humano. São fatores que fornecem a capacidade dos funcionários em realizar o trabalho. Dentre os indicadores de performance que podem medir esses itens, estão:

 

  • % de funcionários competentes em seu papel;
  • Tempo médio (meses) para a competência;
  • % de empregados com treinamento adequado em saúde e segurança do trabalho;
  • Custo mensal com prevenção de saúde e segurança do trabalho;
  • Taxa de tempo perdido com lesões de trabalho.

 

Ajudam a avaliar a adesão à cultura corporativa

A cultura de uma empresa dita o ambiente em que o seu pessoal opera. E por sua vez, influencia tanto a capacidade dos colaboradores individuais quanto na produção organizacional. Gerenciar a cultura da empresa é, portanto, uma parte importante do gerenciamento do desempenho do negócio.

Os indicadores de performance podem ser configurados de forma a avaliar a aderência dos funcionários à cultura de sua organização. Para isso, você pode utilizar os seguintes KPIs:

 

  • % do total de horas perdidas devido a absentismo;
  • % de funcionários que acreditam estar alinhados com a visão ou missão corporativa;
  • % de funcionários que percebem que a promoção é baseada em mérito;
  • % de compreensão dos objetivos da organização pelos funcionários;
  • % de funcionários que sentem ter apoio adequado para atingir os objetivos da organização.

 

Possibilitam medir o ciclo de vida do funcionário

Todos os funcionários passam por um ciclo de vida natural — desde sua contratação até a aposentadoria ou demissão.

Gerenciar os KPIs de RH ao longo do tempo pode ajudar a continuar motivando e desafiando os funcionários. Isso é fundamental para criar um conjunto eficaz de indicadores os quais possam ser usados para impulsionar o sucesso dos negócios. Sua empresa precisa fazer isso independentemente da situação ou da composição da sua base de funcionários.

Dentre os indicadores de produtividade para medir o ciclo de ida de funcionários estão:

  • % de novas contratações alcançando 24 meses de serviço;
  • % de novos funcionários com primeira avaliação satisfatória;
  • % de posições-chave com plano de carreira adequado;
  • Índice de satisfação dos funcionários com treinamentos;
  • Taxa de ciclo de vida dos empregados (tempo total de servido de todo o pessoal / total de pessoal recrutado).

Uma empresa não caminha sem sua força de trabalho, portanto é indispensável medir a produtividade do seu pessoal de forma assertiva. Assim, uma boa gestão de RH — aliada aos indicadores de produtividade — é tão importantes para o sucesso da empresa, quanto medir sua performance laboral e financeira.

Quer saber Como o RH pode participar ainda mais das decisões estratégicas de uma empresa? Então clique aqui e leia nosso post sobre o assunto!

Fechar Menu
Parabéns! Seu interesse foi registrado com sucesso.